sexta-feira, 31 de julho de 2015

Quatro Palmeirenses representam o Paraná em Colônia de Férias na Polônia.

O IHGP parceiro da BRASPOL de Palmeira na 22ª Festa Típica Polonesa de Santa Bárbara, presta suas saudações a quatro palmeirenses qualificados para uma Colônia de Férias na Polônia.

Renan Sviech, Márcia Mainginski, Fernanda Gulchinski da Silva e 
Rafael Mainginski dos Santos
A BRASPOL de Palmeira núcleo de Santa Bárbara por intermédio da sua secretaria de Cultura, cargo ocupado pela professora Vera Lucia de Oliveira Mayer (Presidente do IHGP), conseguiu qualificar quatro Palmeirenses para uma Colônia de Férias na Polônia, que se dará de 8 a 25 agosto, na cidade de Pultusk, a 60 Km de Varsóvia. E um passeio cultural em Cracóvia, uma das cidades mais importantes da Polônia. 


A Colônia de Férias é uma das ações da Wspólnota Polska, associação da comunidade polonesa, não governamental e de organização pública, operando com a captação de recursos junto ao Senado Polonês, dedicada a fortalecer os laços entre a Polônia e as pessoas de origem polonesa que vivem no exterior e mantém intercâmbio com a Braspol - Representação Central da comunidade Brasileiro-Polonesa no Brasil, que possibilita e subsidia a estadia temporária de brasileiros descendentes poloneses, ou de pessoas que mantém laços culturais com a etnia, cuja finalidade está na troca de estudos e experiências das comunidades braspolinas e entidades polonesas que desejam resgatar a unidade e a valorização da polenidade, em vários segmentos, dentro e fora do território Polonês. 
A Braspol de Palmeira submeteu a proposta da Colônia de Férias onde poderiam inscrever-se candidatos de todo o Brasil, concorrendo as 20 vagas. Em Palmeira dentre os candidatos que se apresentaram e se qualificaram, dois são alunos do Colégio Realeza, Rafael Mainginski dos Santos e Renan Sviech. Também do Colégio Estadual D. Alberto Gonçalves a aluna Fernanda Gulchinski dos Santos foi aprovada. Esses alunos passaram por um rígido processo de seleção, onde se incluía conhecimento sobre a Polônia e o idioma Polonês, quesitos que foram cumpridos, e assessorados pelas professoras Vera Mayer e Márcia Mainginski. 
Além da participação de adolescentes o projeto da Colônia previu a participação de três monitores brasileiros, e uma das vagas foi lograda pela professora Márcia Mainginski, pedagoga do Colégio Realeza e professora da rede Municipal. Márcia também foi convidada para atuar como monitora lá na Polônia. Visto que já estudou na Polônia e em Palmeira é quem ministra as aulas no idioma polonês, projeto da Braspol local. 
Tudo isso só foi possível graças ao emprenho de dois grandes braspolinos Sr. André Hamerski, presidente da Braspol do Rio Grande do Sul, que é quem agencia os intercâmbios e a Paranaense, Sra. Maria de Lourdes Kuchenny Vice Presidente Nacional da Braspol, que da suporte para todo o processo da viagem. 
Aos palmeirenses, bem como a todo o grupo brasileiro deseja-se uma feliz e Santa estadia na Polônia.  
                                                               

Um comentário:

  1. Eu melhorei muito meu Polonês de casa, professores nativos online, é um curso pela internet. Pra quem estiver interessado: https://preply.com/pt/skype/polonesa-professor-nativo

    ResponderExcluir