quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Visões do Passado - Tiro de Guerra Nº 343

Por: Luiz Gastão Gumy
______________________________________________________



Este prédio situava-se na Rua Barão do Rio Branco, fundos com o Banco Bradesco.  Construído mais ou menos em 1920 pelo Sr. Adão Sobejero, serviu por muitos anos de sua residência. Posteriormente aqui funcionou por seis anos o Tiro de Guerra  nº 343 sendo em seguida o mesmo transferido para o campo do Ypiranga Futebol Clube, ficando lá até 1941. Também foi residência e padaria do Sr. André Aracema. Aqui havia um grande forno de tijolo e possivelmente aqui eram fabricados apenas os pães que eram comercializados na Rua Conceição próximo a Loja Clikolor.  Mais tarde a viuva do Sr. André que chamava-se Paulina Woinarovicz Aracema alugou para a Funerária Nossa Senhora do Carmo, empresa esta que permaneceu ali por oito anos:  (03/1973 a 1981). Em seguida ali se instalou a Imobiliária Virtual, posteriormente a Relojoaria Schulli e mais tarde o prédio foi demolido para dar lugar à construção de uma revenda de motos novas e usadas de propriedade de Fábio Mansani Stelle.
Esta foto data de 1925 e mesmo com a ajuda de alguns cidadãos palmeirenses, não nos foi possível identificar nenhum soldado nem levantar melhores dados sobre a casa. Veem-se agachados soldados segurando instrumentos musical sendo provável ser uma pequena banda. As pedras que aparecem são materiais para a construção do meio-fio e calçada naquela rua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário