quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Visões do Passado - Bar, Café e Churrascaria para Todos

Por: Luiz Gastão Gumy
______________________________________________________




"Bar, Café e Churrascaria para Todos"

Este é o nome do Restaurante que há muitos anos funciona em Palmeira, com endereço à Rua Conceição, nº 243, ao lado da Caixa Econômica Federal.
Em 1920, era fundado em Palmeira o Ypiranga Futebol Clube. Quinze anos mais tarde, exatamente no dia 02/02/1935, nascia em Palmeira o  nosso amigo Aguinaldo Ogg dos Santos, que muitas glórias deu ao Ypiranga Futebol Clube, clube este que ele ama até hoje.
Aguinaldo: filho de Flávio Santos e Izaura Ogg Santos, é casado com a Sra. Marilete Vida Santos, os quais tiveram oito filhos.


Aguinaldo Ogg Santos, muito  conhecido por (Bucho), trabalhou na linha Férrea Central do Brasil) durante treis anos atendendo as localidades de Jacaré e Caiacanga. Mais tarde foi cumprir o Serviço Militar, passando num concurso e ficando apto a 3º sargento sob nº 244.
Desempenhou suas funções como Auxiliar de Marceneiro na marcenaria da empresa “Emilio Malucelli & Irmãos” sob a responsabilidade do empreiteiro Geovani Manfredini, trabalhou dois anos no Bar e Churrascaria Carbuch, de propriedade de Guilherme Margraf(Wille), também na Rua Conceição.
Sócio remido dos clubes: Ypiranga Futebol Clube, Sociedade Recreativa Beneficente Palmeirense e Clube Palmeirense, foi grande conhecedor de muitas letras de tangos, boleros, guarãnias e muitas músicas sertanejas. Trabalhou em várias peças teatrais em Palmeira, representando o Grêmio Magnólia.
Teve sua carreira brilhante pelo Ypiranga Futebol Clube, time este de seu coração. Depois foi para o Norte e lá jogou bola por um ano. Quando retornou, estavam fundando a Liga Regional de Futebol de Palmeira e a diretoria do Ypiranga não deixou ele retornar. Jacob Stadler, um dos grandes presidentes que o Ypiranga teve, fez de tudo para que ele não abandonasse o Alvi-Rubo. Foi campeão em 1957, 1958, 1959,1960 e 1961, sendo aquele penta campeonato a maior glória para ele pois, jogou o campeonato inteiro sem perder uma só partida. Mais tarde trabalhou com a empreiteira J. Stadler durante 10 anos e posteriormente em 1966, abriu seu próprio comércio denominado “Bar, Café e Churrascaria Para Todos”, no mesmo endereço onde funciona até hoje, completando quase 50 anos de existência. 
Aguinaldo, tem o dom de cantar, e dentro de seu restaurante, fez nos finais dos anos 60 e 70, encontros com vários de seus amigos, que ali estavam à fim de cantarem e tocarem algum instrumento: Antonio José Passoni, Geraldo Pavlik, José Waldemar Lopes(Wade), Luiz Gastão Gumy, Fiorelo Cherobim, Ivonei Margrafe, Euclair Camargo(Gráia), Alceu Bach e muitos outros, pois, ali em seu restaurante, passemos muitos momentos de descontração muitas vezes em madrugadas frias, ao seu lado. Sempre eram apresentados ali bons músicos como: Silvio Bach (Soviético), Silvio Ramos (Silvio Gordo), Arnaldo Costa da Luz(Nardinho) e tantos outros, e o Aguinaldo sempre cantando com sua voz firme, músicas de seu estilo como: serestas, sambas, samba canção, guarãnias e carnavalescas, alegrando a  todos ali presentes. Fazia tudo isto com prazer, pois, conservava uma infinidade de amigos e ali sempre soube respeitar sua clientela. Lembrou que uma de suas mais antigas funcionárias cozinheiras que ali passou, foi a Sra. Nair Viante.
Passados todos esses anos, hoje o nosso grande amigo Aguinaldo, já aposentado, deixa para seu filho o Marlon Vida Santos (Xirú), e uma boa equipe de cozinheiras e garçons, a responsabilidade de continuar seu trabalho. Com novas instalações aos fundos do antigo restaurante, Xirú continua com prazer, atendendo toda sua clientela, àqueles que foram respeitáveis de seu pai. Xirú mantém uma antiga tradição, abre pontualmente às 07:00 horas da manhã e permanece até as 18:00 horas.
Nesta antiga foto, estão na porta da churrascaria, vários alunos do Colégio Agrícola dos anos 60 e 70, sendo eles da esquerda p/ direita: Catarina (Tucano), Dedé, Waltzer Domino (Vice-Prefeito em Candói), Ivo Brun Neto, Aguinaldo Ogg Santos (Bucho),Walmor Techio(hoje Veterinário), Joaquin Tadeu(Médico em Tubarão SC), Rogério Silva, Antonio Carlos Farias (Nenéka-In Memorian).
Lembrando que em várias oportunidades, muitos daqueles alunos se encontram no Colégio Agrícola para se confraternizarem e matarem saudades daqueles tempos felizes e, muitos deles já almoçaram no “Bar, Café e Churrascaria para Todos”.

Um comentário:

  1. Sou, Walmur Siqueira, estudei aí no C.A. E.G.V., nos anos 67/68/69. esse pessoal que aparece na foto, no bar do Bucho, eramos contemporâneos. Saudades desse tempo passado aí!!!!!!

    ResponderExcluir